Planejar ou não sua transição rumo a um trabalho com mais significado?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O objetivo de planejar é sempre realizar. Porém, as pessoas muitas vezes acabam presas demais ao que escreveram no papel e não enxergam o que acontece no entorno. Consequentemente, acabam perdendo oportunidades que surgem ao longo do trajeto ou não sabem lidar com imprevistos. Por isso, se sua forma de se programar não está te ajudando a concretizar seus objetivos, talvez seja a hora de repensá-la. Saber a dose certa entre planejar e improvisar é o grande desafio.

Fazer uma transição não é fácil. Então o ideal é entender o que se torna necessário para fazê-la da maneira mais suave possível. Uma possibilidade é elencar os passos, pois, além de melhorar a compreensão sobre o caminho a ser percorrido, dá mais confiança a quem o trilha. Isso porque fica mais fácil enxergar a etapa seguinte a partir de uma perspectiva mais próxima. Porém, sistematização e rigidez demais podem prejudicar a criatividade e fechar as portas para novas oportunidades.

Não ter nenhum tipo de esboço sobre as metas também é complicado, pois pode ocasionar repetições maçantes e desnecessárias. A pessoa acaba caminhando em torno de um ponto que nunca chega, sem precisão alguma.

O equilíbrio entre o planejamento e o improviso não é simples, mas é a dose certa. Quando achamos a medida exata, passamos a cuidar melhor do que precisamos conhecer e da maneira como seguimos em busca do nosso objetivo.

Quatro perguntinhas que podem te ajudar:

Onde você quer chegar? Saiba as suas ambições e como gostaria de ser reconhecido.

Qual é a mensagem que quer que as pessoas saibam por de trás de tudo que você faz? Ter clareza disso é fundamental para conseguir decidir os caminhos a seguir.

Qual é o estilo de vida que você quer ter? O seu trabalho dita seu estilo de vida. Então pense bem qual é o tipo de trabalho que cabe no estilo de vida que você quer ter.

Quais são os seus medos e o que eles estão “pedindo” para você resguardar ao longo da sua transição? Não a toa que os medos existem. Eles te ajudam a lembrar do que precisa ser cuidado durante essa mudança.

Planejar faz parte mas só se te ajudar a chegar.

Quer ler mais artigos e ter acesso aos meus últimos conteúdos?

Baixe gratuitamente a Bússola Interna!

Metodologia para planejar o seu trabalho com significado testada em mais de 5.000 pessoas. Faça o download e dê o primeiro passo no seu processo de transição de carreira.

    Baixe gratuitamente a Bússola Interna!

    LELLA-SA-44

    Metodologia para planejar o seu trabalho com significado testada em mais de 5.000 pessoas. Faça o download e dê o primeiro passo no seu processo de transição de carreira.