Porque o empoderamento é necessário ao empreendedorismo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Para mim, trabalho é premissa para ajudar alguém a resolver algum problema. E o trabalho como empreendedora tem um lugar de escolha, que pede posicionamento e pede que a gente se coloque em nosso devido lugar.

E aí aparece a necessidade do empoderamento. Empoderamento é uma palavra irmã do empreendedorismo: quanto mais a gente cuida, mais a gente se apropria.

Mas o que é se apropriar para se empoderar?

Apropriação como ato simples de refletir sobre a nossa própria vida, questionar sobre as nossas próprias escolhas, questionar se a gente está gastando nosso tempo de forma mais adequada com o que a gente quer construir para o nosso futuro.

Como você vem se empoderando para construir o seu futuro?

Empoderamento tem a ver com se apropriar da própria vida e conseguir e posicionar, se colocar na vida prática no seu devido lugar.

Eu trabalho com mulheres. Dentro do tema empoderamento, o empoderamento feminino carrega um olhar de transformação para ter mais igualdade de gênero, conseguir ter mais direitos. Isso parte de um lugar de existência, no qual nós, mulheres, temos que cuidar do que é nosso. E questionar o modo como a vida foi e é realizada até então.

Ser mais consciente do lugar que a gente ocupa e ocupar menos lugares de um mundo patriarcal são passos essenciais para que o empoderamento feminino nos leve a uma construção mais igualitária e consciente do lugar das mulheres.

Isso exige colocar limites, delegar funções, saber falar não, saber falar sim ao que realmente importa e faz sentido – e não àquilo que estamos fazendo por pressão social.

A abordagem antroposófica conecta arquétipos às várias situações e coisas que existem na forma em que nós vivemos. Nossos hábitos, nossas escolhas e a forma como nos posicionamos também entram nesse contexto.

Olhando por esse prisma, há quatro grandes níveis pelos quais podemos ver nossos projetos e a forma como as pessoas se conectam com eles. Os níveis são Identidade, Relações, Processos e Recursos. No que se refere a empoderamento no empreendedorismo, acho importante pensarmos juntas na IDENTIDADE (vou falar de todos os níveis em outra situação).

A IDENTIDADE é a forma pela qual nos diferenciamos, é o nosso jeito de ser, é aquilo que viemos fazer, é a nossa missão de vida, é nós mesmas enquanto empreendedoras solo (pode também ser um projeto).

Ter clareza de como alinhar seus projetos com você mesma e interligá-los através de seus propósitos, suas paixões e habilidades é o caminho que une identidade e empoderamento dentro do empreendedorismo.

Aqui, comigo, no caminho do empreendedorismo como escolha consciente, debruçamos o olhar sobre como vamos nos conectar com as pessoas que acreditam no mundo que a gente também acredita.

Sem empoderamento e identidade, esse caminho é inócuo.

Quer ler mais artigos e ter acesso aos meus últimos conteúdos?